NOSSA POLITÍCA

12 de abr de 2011

'Queríamos que o DVD fosse uma superprodução', diz Luan Santana

Notícias Luan Santana                                        

Disco traz 'tecnologia pra caramba'. 'Não precisam esperar show gringo', diz.
Segundo álbum ao vivo lançado pelo cantor foi gravado no Rio de Janeiro.

Do G1, em São Paulo
 
Labaredas de fogo e equipamento que permite que ele voe pelo público durante a música "Vou voar" são algumas das armas de Luan Santana em seu novo disco ao vivo apresentado em entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (12), em um hotel em São Paulo.
"Queríamos que fosse uma superprodução, com tecnologia pra caramba. Não precisam esperar show gringo", disse o cantor de 20 anos. "Pesquisei o que tinha de novidade no mercado, o Anderson [empresário] foi à Alemanha em uma feira de efeitos especiais", explicou.
Para Luan, artistas da música pop como Black Eyed Peas, Michael Jackson e 'N Sync foram as principais influências na hora de pensar nos efeitos que enfeitam o show.
Confira a Reportagem Completa no g1.globo.com





Avalie o Conteúdo:

0 comentários: