NOSSA POLITÍCA

19 de mai de 2011

Atual Kaká não serve para seleção, diz Mano

Treinador deixa claro que meia precisa melhorar, ou não voltará para a equipe
Cauê Rademaker, do R7, no Rio
Wallace Teixeira/Fotoarena/AE
Mano complica sequência de Kaká na seleção brasileira
Nome certo na seleção brasileira desde 2002, o meia Kaká perdeu definitivamente o lugar que tinha no time. Nesta quinta-feira (19), após convocar a seleção brasileira para os amistosos contra Holanda e Romênia, o técnico Mano Menezes deixou claro: ou Kaká melhora seu desempenho, ou não vestirá mais a camisa amarela.

Com "novatos velhos", Mano convoca seleção

Vote: o que você achou da lista?

Ronaldo jogará pouco em adeus

O meia jogou pouco desde a Copa do Mundo e ficou muito tempo parado devido a lesões. Recentemente, voltou a atuar pelo Real Madrid, mesmo começando as partidas como reserva. Ele alterou boas atuações com jogos pouco convincentes.

- Ficou claro entre a gente que, nesse período, que vai ser o período da Copa América, o Kaká ainda vai precisar ter algumas atitudes em relação à sua recuperação. Isso está claro na nossa ideia e, por isso, ele não faz parte dos planos nesse momento.

Mano Menezes não fechou definitivamente as portas para o astro, eleito melhor jogador do mundo em 2007, mas afirmou que um eventual retorno dependerá de uma melhora consistente do jogador, que foi titular nas Copas de 2006 e 2010.

- Lá na frente, se isso tudo for mais consistente, se a situação for diferente, se for possível essa evolução que ele mesmo sabe que precisa ter, podemos pensar diferente.

Kaká, embora tenha voltado a ter uma sequência de jogos pelo Real Madrid neste fim de temporada europeia, não convenceu. Para voltar a figurar no Brasil, precisará apresentar muito mais a Mano Menezes, que tem mantido contato com o jogador.

- Desde que assumi, tive duas conversas com o Kaká. Em outubro do ano passado, quando estive na Europa e visitei o Real Madrid, e há duas semanas.


Fora da convocação desta quinta, Kaká está praticamente fora da Copa América, que será disputada em julho, na Argentina. O meia nunca disputou uma edição da competição. Em 2004, Carlos Alberto Parreira não levou os principais atletas da seleção. Em 2007, Kaká pediu dispensa por estar cansado, o que irritou o técnico Dunga.

Para os amistosos contra Holanda e Romênia, Mano convocou os seguintes meias: Elano, do Santos; Thiago Neves, do Flamengo; Jadson, do Shakhtar Donetsk; e Lucas, do São Paulo.
 Fonte: R7
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: