NOSSA POLITÍCA

26 de jun de 2011

Casamento coletivo gay em SP tem noivo maquiado e bolo temático

às vésperas da parada do orgulho lgbt

Evento aconteceu neste sábado em salão da Faculdade de Direito da USP.
Doze casais de gays e lésbicas participam de evento promovido por igreja.

Dolores Orosco Do G1, em São Paulo
Com direito a um bolo de seis andares decorado por noivinhos e noivinhas do mesmo sexo e brindes de champagne, 12 casais homossexuais participaram de um casamento coletivo realizado neste sábado (25), no salão nobre da Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo).
As recém-casadas Luciana e Paula comemoram a união com suas mães, Maria Aparecida e Margarida.   (Foto: Flávio Moraes/G1)As recém-casadas Luciana e Paula comemoram a união com suas mães, Maria Aparecida e Margarida. (Foto: Flávio Moraes/G1)
Juntas há 18 anos, as funcionárias públicas Luciana Serrano, de 40, e Paula Araújo Braga, de 44, disseram o tão esperado "sim" sob o olhar atento de suas mães.
Bolo do casamento tinha casais de homens e de mulheres (Foto: Flavio Moraes/G1)
Bolo do casamento tinha casais de homens e de
mulheres (Foto: Flavio Moraes/G1)
"Hoje é um dos dias mais felizes da minha vida! Nunca vi minha filha tão linda! As duas estão umas bonecas!", comemorou Margarida Bueno Braga, de 86, mãe orgulhosa da noiva Paula e sogra de Luciana.
Enquanto Paula escolheu o tradicional vestido longo e branco, com véu e grinalda, Luciana elegeu um terninho off white para subir ao altar. "Não tem essa de 'ela é a noiva e eu sou o noivo'. Cada uma escolheu a roupa que quis", contou Luciana. "Eu prefiro um traje mais masculino porque tenho trauma de vestido. Minha mãe me obrigava a usar na infância e e eu detestava!".
Já a designer Kin e a promotora de eventos Lara não deixaram de lado o sonho de grande parte das mulheres. "Casamos as duas de noivas! Estou me sentindo linda, ela também está e o nome disso é amor!", garantiu Lara.
Lara e Kin: vestido de noiva em dose dupla na união das moças.  (Foto: Flávio Moraes/G1)Lara e Kin: vestido de noiva em dose dupla na união das moças. (Foto: Flávio Moraes/G1)
Quem também optou pelo modelito branco foi o coodernador de vendas Thom Souza, de 32. "O branco representa a pureza da noiva e eu decidi fazer uma brincadeira com isso escolhendo um fraque dessa cor", contou o rapaz, que oficializaou a relação de 2 anos e oito meses com o supervisor Miel Neves Souza, de 21.
"Sempre fui um romântico e resolvi adotar o sobrenome do Thom. Ele foi o primeiro homem da minha vida", revelou Miel. "Nossa família está toda aqui, estamos recebendo a bênção de Deus e não poderia ter um dia mais lindo que esse".
Os noivos Thom e Miel e o beijo depois do "sim" no altar.  (Foto: Flávio Moraes/G1)Os noivos Thom e Miel e o beijo depois do "sim" no altar. (Foto: Flávio Moraes/G1)
O casamento coletivo foi comandando pelo reverendo Cristiano Valério da Igreja da Comunidade Metropolitana. Um tabelião acompanhou a cerimônia e fez o registro oficial dos novos casais. 

Make à Kate Middleton
Vestindo um fraque prata, com cauda de 1,5 m, o professor Alexander Lucas Evangelista contou ao G1 que planejava o casamento há um ano, mas, ainda assim, acabou tendo de resolver imprevistos. "Só ontem, às seis da tarde, consegui achar o adereço de cabelo ideal. Foi uma correria", disse o rapaz, parceiro do tecnólogo Roberto Salvador Júnior.
A poucas horas da cerimônia, Alexander teve de contornar outro imprevisto: a maquiadora com quem tinha marcado hora sumiu e, como a Kate Middleton, ele próprio teve de fazer a sua maquiagem no dia do casamento. "Desconfio que a mocinha da maquiagem quis me boicotar. Mas sei me maquiar bem", contou o professor, noivo com os olhos bem delineados, blush e gloss.
Após imprevistos com adereço de cabelo e maquiagem, o professor Alexander enfim troca alianças com o noivo, Roberto.  (Foto: Flávio Moraes/G1)Após imprevistos com adereço de cabelo e maquiagem, o professor Alexander enfim troca alianças com o noivo, Roberto. (Foto: Flávio Moraes/G1)
Lua de mel na Parada Gay
O professor Edvaldo Braz de Oliveira, de 31, e o cabeleireiro Fernando Vieira da Graça, de 33, vieram de Belo Horizonte (MG), para tornar oficial a relação de 3 anos. A lua de mel, segundo eles, terá seu ponto alto na Parada Gay, marcada para este domingo (26).
"Tem maneira melhor de dar uma festa? Claro que não! Queremos comemorar nosso casamento junto com a multidão", garantiu Edvaldo, que ficará em São Paulo com o parceiro até segunda-feira (27).
O casal era um dos mais emocionados durante a cerimônia e não escondeu as lágrimas. Segundo Fernando, o motivo do choro foi a execução da canção "Over the rainbow", tema do filme "O mágico de Oz" (1939), durante o casamento. "Essa música significa muito para nós. Uma vez ele me deu uma festa surpresa de aniversário e tocou essa canção. Não é lindo?".
Ao ouvir a canção "Over the rainbow", os noivos Edvaldo e Fernando não contém a emoção e vão às lágrimas durante o casamento.  (Foto: Flávio Moraes/G1)Ao ouvir a canção "Over the rainbow", os noivos Edvaldo e Fernando não contém a emoção e vão às lágrimas durante o casamento. (Foto: Flávio Moraes/G1)
com informações:  G1Globo São Paulo
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: