NOSSA POLITÍCA

17 de fev de 2012

Adele diz que fotos íntimas publicadas por revista francesa são falsas

A cantora britânica Adele, a grande vencedora da última cerimônia do Grammy, qualificou como "falsas" e "difamatórias" as fotos íntimas que uma revista francesa publicou nesta sexta-feira como se fossem da artista.
A revista "Public" garante que as fotos, nas quais se vê apenas o rosto de uma mulher que identificam como Adele, foram extraídas de um vídeo filmado no banco traseiro de um carro.
Através de um comunicado enviado ao jornal britânico "Daily Mail", um porta-voz da cantora assegura que sua cliente não aparece no vídeo e que essas afirmações são "falsas" e "difamatórias".
Além disso, o comunicado anuncia que a cantora de 23 anos empreenderá ações legais contra a publicação.
Nas imagens é possível ver apenas o rosto que seria da cantora, de 23 anos, em um momento no qual, segundo a "Public", Adele estaria tendo um orgasmo. Outra fotografia mostra supostamente as partes íntimas da artista, que a revista escondeu com uma folha de parreira.
A revista insinua que o vídeo poderia ter sido divulgado pelo ex-namorado de Adele, o músico Slinky Sunbeam, a quem a intérprete de "Rolling in the Deep" abandonou pelo modelo Simon Konecki, com quem atualmente mantém uma relação.
Um dia antes de a revista chegar às bancas na França, o conhecido paparazzi Jean-Claude Elfassi anunciou em sua conta no Twitter que divulgaria o vídeo através de seu site. Porém, o site saiu do ar logo depois.
Citando "fontes próximas à cantora", a revista garantiu que Adele "está devastada, justamente em um momento no qual pensava que tinha superado tudo".
No último mês de novembro, Adele se submeteu com sucesso a uma cirurgia para tratar uma hemorragia em suas cordas vogais. Dois meses depois, a diva do soul ganhou seis prêmios Grammy.

Informações: terra
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: