NOSSA POLITÍCA

2 de fev de 2012

Campanha do Ministério da Saúde para o Carnaval foca o público gay

                Carnaval com Conciência                     

O material vai incluir pôster dirigido a travestis. Índice de jovens homossexuais contaminados pelo HIV cresceu mais de 20% nos últimos 10 anos

Os dois vídeos da campanha, um deles voltado para o público gay e o outro para o público heterossexual
Os jovens gays de 15 a 24 anos são o alvo prioritário da Campanha do Carnaval 2012 que o Ministério da Saúde começou nesta quinta-feira (2). Sob o mote “na empolgação pode rolar tudo. Só não rola sem camisinha. Tenha sempre a sua”, a campanha vai incluir a distribuição de 70 milhões de preservativos e a veiculação de propagandas segmentadas, voltadas para o público homossexual. Segundo dados do Ministério da Saúde, o número de jovens heterossexuais entre 15 e 24 contaminados pelo vírus da Aids caíu 20,1% nos últimos 10 anos. No mesmo período, o índice de jovens homossexuais contaminados cresceu 10,1%.



Alexandre Padilha, Ministro da Saúde. Campanha do Ministério para o Canaval de 2012 terá foco no público homossexual (Foto: Divulgação/Ministério da Saúde)
Alexandre Padilha, Ministro da Saúde. Campanha do Ministério para o Canaval de 2012
terá foco no público homossexual(Foto: Divulgação/Ministério da Saúde)
Os dois vídeos da campanha, um deles voltado para o público gay e o outro para o público heterossexual, retratam casais prestes a ter relaçoes sexuais sem camisinha quando são interrompidos por uma fadinha ou um siri, que lhes entrega um preservativo. O ministério também preparou um pôster dirigido a travestis. É a primeira vez que a campanha inclui um material específico para esse público.

A campanha será veiculada em dois momentos - a partir desta quinta, para conscientizar sobre a importância do uso do preservativo; e no final de fevereiro, no período pós-carnaval, para informar sobre os procedimentos para diagnóstica da Aids.

O ministério também fará testes rápidos de Aids durante o Carnaval. Padilha explicou que os testes, batizados de “Fique Sabendo”, levam de 15 a 20 minutos para ficar prontos e estarão disponíveis nas cidades onde ocorrem as principais festas, como Recife, Olinda e Salvador.

Fonte: revistaepoca
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: