NOSSA POLITÍCA

19 de set de 2012

Lindsay Lohan é detida por omissão de socorro, mas vídeo pode inocentar a atriz


Lindsay Lohan















De acordo com o site “TMZ”  Lindsay Lohan foi presa novamente por atropelar um pedestre em Manhattan e fugir da cena do crime. As informações dão conta de que testemunhas disseram que viram um passageiro do carro de Lindsay saindo do veículo para se certificar se houve danos.  A vitima não sofreu danos visíveis, o carro apenas bateu em seu joelho, mas acabou indo para o hospital e liberado logo em seguida.
Lindsay foi presa ao chegar em seu hotel logo após a meia noite e teria gritado “Chame o meu pai!” várias vezes, mas foi solta logo em seguida. LiLo alega que não percebeu que tinha batido e que só percebeu o que estava acontecendo quando foi presa e que provavelmente foi sido vitima de uma armação.
A vítima do acidente foi hospitalizada, mas não tem ferimentos graves.
Esta detenção poderia desencadear em uma violação da liberdade condicional que a atriz está cumprindo pelo caso do roubo de joias. Uma das condições da condicional é que Lohan siga todas as leis. Mesmo sem condenação, o juiz Stephanie Sautner, responsável pelo caso, poderia ordenar que a atriz volte ao tribunal.
Mesmo com todo o escândalo LiLo pode estar falando a verdade e ser inocentada já que um vídeo da câmera de vigilância do hotel The Dream, em Nova York, levanta dúvidas se a atriz chegou a atingi-lo mesmo com seu Porsche.
De acordo com pessoa próxima ao hotel,  o vídeo mostra todo o incidente, ocorrido por volta das 2h30. Lindsay estava dirigindo por uma rampa enquanto a suposta vítima andava pela passagem de pedestres, pela qual a atriz tinha que atravessar.
Informações:vistolivre
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: