NOSSA POLITÍCA

1 de dez de 2014

Acusado de matar a ex-mulher dentro de ônibus em Colatina é preso

Devido à repercussão do crime, o preso está em cela separada

Foto: Arquivo Pessoal
Odilene Belique estava a caminho do trabalho quando foi assassinada
Está na cadeia o acusado de matar uma mulher dentro de um ônibus lotado em Colatina, na região Noroeste do Estado. José Izidoro dos Santos é ex-marido da vítima e foi preso na cidade de Marilândia, na noite deste domingo (30).
De acordo com informações do delegado plantonista Vitor Alano Alves de Oliveira, da 15ª Delegacia Regional de Colatina, a prisão ocorreu após o acusado se envolver em um acidente de trânsito na cidade de Marilândia. A Polícia Militar foi acionada, mas José Izidoro correu para um matagal quando viu a guarnição. Os policiais foram atrás dele, que acabou não reagindo à abordagem. Como já havia um mandado de prisão contra o acusado, ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina.
Devido à repercussão do crime e à revolta gerada na cidade, o preso está em cela separada.
O crime
Uma mulher de 29 anos foi morta a facadas dentro de um ônibus em Colatina, na região Noroeste do Estado. O crime aconteceu por volta de 6h40 deste sábado (29), no bairro Santo Antônio. Odilene Fernandes Belique dos Santos era funcionária de um supermercado da cidade e seguia para o trabalho quando foi assassinada.


Conhecidos da Odilene disseram que o casal estava separado há seis meses e ele não aceitava a separação.

O motorista do ônibus contou que o homem embarcou em um ponto de ônibus na Rua Marechal Rondon. Ele queria que a vítima descesse, mas ela se recusou. Nervoso, o homem atingiu a mulher várias vezes com uma faca e depois fugiu.
O motorista disse ainda que era a primeira viagem do dia e os passageiros ficaram desesperados. O ônibus seguia para o Centro de Colatina e estava cheio.
A assessoria de comunicação da Viação Joana D'Arc informou que o crime não foi registrado pelas câmeras do coletivo porque o equipamento apresentou defeito.

Fonte: www.gazetaonline.combr

Avalie o Conteúdo:

0 comentários: