NOSSA POLITÍCA

7 de set de 2010

“Eu quero ser o personagem principal de um filme. Nós podemos fazer isso acontecer, Scooter?” Ele pergunta.

 IDOLOS
 
Por Fred Willian
 
Como postamos aqui, Justin Bieber é capa da mais nova edição da revista americana Teen Vogue. Junto com um photoshoot exclusivo para a revista, Justin também fez uma entrevista, onde ele e seu empresário revelam coisas incríveis sobre seu futuro.
Confira abaixo, a matéria traduzida e adaptada:
De uma rápida sensação do Youtube para um fenômeno internacional, o príncipe do pop, Justin Bieber, está traçando o próximo passo em sua carreira: estrela de cinema.
É uma tarde de sexta-feira agitada em Julho, e as aparições de Justin Bieber estão tomando conta do centro de Menphis. Um grupo de garotas reconhecem-no enquanto ele anda de skate com amigos na Beale Street. Um morador local entusiasmado captura uma foto borrada dele saindo de seu ônibus. Enormes quantidades de garotas adolescentes acampam no saguão do hotel Westin onde Justin e sua equipe estão hospedados. A melancolia de Memphis é momentaneamente curada, mas a Febre Bieber é iminente.
Os verdadeiros Beliebers são destemidos – e não só nesta cidade em particular. Em Portland, Oregon, eles estavam dispostos a escalar prédios enormes para conferir a sessão de fotos de Bieber para a capa da Teen Vogue; em Phoenix, os fãs perseguiram-o enquanto andava em seu Segwat numa praça. Já em Abril, uma gangue raivosa da Nova Zelândia derrubou sua mãe e roubou seu valioso boné roxo enquanto eles saiam do aeroporto.

Para ser justo, restrear Justin em sua turnê não é algo difícil – ele ainda não atingiu seu estágio ‘reclusivo’. Ele ainda deseja passear mais pelo mundo real (algo que não agrada seu segurança Kenny). Quando me sento para conversar com o nativo de Ontário em seu camarim no FedEx Forum, ele confirma que gasta tanto tempo quanto possível sendo ‘normal’: saindo com amigos, andando de skate, zuando pela Internet; e nas raras manhãs que pode, dormindo. Hoje o garoto de dezesseis anos de idade está em descanso vocal – a consequência de ter se apresentado em 23 das últimas 39 noites – e ele está falando suavemente, sentado na frente de seu empresário, Scooter Braun.
Muitas coisas mudaram para Justin desde que ele postou alguns vídeos no Youtube cantando músicas famosas como Fallin da Alicia Keys em 2007. Depois dos clipes de transformarem em virais, ele rapidamente assinou com a Island Records, e em Maio de 2009 lançou seu primeiro single, “One Time“. Em novembro, seu primeiro álbum, My World, foi lançado e se tornou platina em dois meses. Desde seu lançamento ( e do lançamento de seu subsequente My World 2.0), a vida de Justin se tornou ininterrupta. Mas a turnê ainda não chegou na sua metade, e as garotas – bem, esses números crescem exponencialmente a cada parada, especialmente porque a voz dessa jovem estrela é profunda e sofre transições, dizem seus devotos, do “pequeno garoto” para “oh, garoto“.
Seus fãs certamente não são muito envergonhadao para falar com ele quando encontram-o na rua. “Não, as garotas são nervosas.” Mas a maneira certa, ele aconselha, para aproximar-se, é a seguinte: “Apenas converse comigo. Pergunte-me como estou. Apresente-se em vez de apenas gritar ‘Justin! Justin! Justin! Posso tirar uma foto?’. E não venha até mim quando estou comendo. Você gostaria de que eu entra-se na sua casa e começasse a tirar fotos suas enquanto você estivesse comendo? Eu odeio quando fazem isso.”
Ele faz um ponto válido, mas então é como se derramassemos uma garra de água num incêndio florestal. A quantidade de fama que Justin alcançou é tão grande, que as vezes parece esmagá-lo. “Ainda é incrível ver pessoas vestindo minhas camisas,” ele diz. “Mas eu sinto que não posso fugir de mim mesmo. Tipo, eu vou no Walmart, e eu só quero comprar algumas cuecas e meias, mas têm posters de mim em todos os lugares. Ou então, minhas músicas começam a tocar na rádio, e é tipo, ‘Aah!’.” Sua acelerada carreira continua a crescer, e agora ele está olhando para um caminho específico que irá ajudá-lo a escapar de ser “Justin Bieber”. Ele está pronto para ir a Hollywood.
Justin acabou de filmar o primeiro episódio de sua estreia como ator – algo em CSI onde ele atua como um ‘cara mal’ chamado Jason McCann que aparecerá em dois episódios do seriado de crime e drama da CBS (o primeiro episódio vai ao ar em Setembro, 23, e o segundo em fevereiro.). “Parece que eu sou essa fofa e inocente criança, e então isso muda e eu sou o gênio por trás de tudo.” ele revela sobre seu personagem – antes de Scooter intrometer-se e impedi-lo de contar mais. Para se preparar para o papel, Justin encontrou-se com uma treinadora de qualidade pela primeira vez. “Ela me disse que era tudo sobre a emoção,” ele diz. “Ela disse, ‘você tem que sentir o personagem. Você tem que ser Jason.’” A treinadora ainda orientou-o para que se focasse em suas lembranças tristes. Mas ele disse, “Acho que eu teria feito isso do mesmo jeito se tivesse canalizado os meus sentimentos ou não.” Ainda assim, ele foi incentivado pela experiência e é insistente sobre sua ambição de contruir papéis nos próximos meses. (Mais tarde, Scooter mencionou que existem planos para que a treinadora junte-se a turnê para que possa fazer sessões regulares com Justin.)
Sua confiança em suas habilidades de atuação não é sinal de um ego grande – ele é naturalmente impaciente. E não só quando está em turnê (onde canta, dança e toca bateria toda noite) ou quando ele rouba a cena no programa Saturday Night Live (em Abril passado, ele atuou contra Tina Fey como se ele tivesse estudado na Second City) – mas ele é assim o tempo todo. Quando Justin conta histórias sobre Lil Wayne, ele é Weezy, completamente com postura de palvo (leia-se: apertadas lá). Se ele está falando sobre tocar bateria, ele atinge high hats imaginários [high hats é um tipo de habilidade avançada em tocar bateria]. Mesmo nos momentos em que ele está discutindo algo pessoal ou sensível, ele está, amassando uma garrafa de água ou chutando coisas que estão paradas pela sala.
“Eu quero ser o personagem principal de um filme. Nós podemos fazer isso acontecer, Scooter?” Ele pergunta.
Acho que todos querem isso,” seu empresário responde cautelosamente.
“Sim, mas porque nós não fazemos isso… logo?” Justin pergunta, fitando-o diretamente no olho.
Ele tem muitas regras “super secretas” no trabalho. Mais tarde, Scooter conta-me que as maiores coisas no horizonte para o Time Bieber é um filme de longa-metragem que será produzido por Will Smith e sua companhia, Overbrook. Justin encontrou-se com o ator de sucesso e seu filho durante as filmagens do vídeo clipe de “Never Say Never“, a música tema para o remake deste ano do filme Karate Kid. Os dois campos estão em conversações para avançar com um veículo estrelado por Justin – não sua própria 8 Mile, esclarece Scooter, somente algo da ficção que talvez possua algumas similaridades com a vida de Justin. É provável que a produção do filme começe na próxima primavera ou no próximo verão.
Antes disso, porém, há um projeto diferente no set de filmagens: o concerto de Justin no dia 31 de Agosto em Nova Iorque no Madison Square Garden será filmado para um filme em 3-D barra documentário que será lançado nos cinemas no fim de semana do dia dos namorados em 2011. O show do MSG está programado para acontecer quase um ano depois do dia que Justin foi convidado por uma das pessoas que mais o apoia, Taylor Swift, para ver seu show lá em 2009. A super-estrela do country, brilhou e deixou um espaço para o cantor ainda-não-nomeado-fenômeno na multidão, dedicando uma música para ele. Um pouco menos de um ano mais tarde, Justin lotou o mesmo lugar em menos de 22  minutos.
Entretanto, essa não é a única coisa em sua agenda – ele está em turnê até o fim de dezembro e lançará um livro de memórias com fotos, publicado por HarperCollins, este mês. Além disso, existem planos para lançar uma nova versão reembalada do My World com músicas novas, no próximo ano.
Mas mesmo que sua estreia nos cinemas aconteça somente daqui a um tempo, Justin está inspirado com todas as possibilidades. Com a sugestão de uma comédia romântica, ele é rápido em propor um potencial interesse amoroso. “Selena Gomez”. Quando Scooter acusa-o por ‘começar um incêndio,” Justin sorri enormemente. “Ela é uma grande amiga minha” ele rebate. “Ela é muito legal.”
E com isso, Justin deve fazer sua saída. Ainda com suas cordas vocais tensas, ele pega um pouco de chá quente para beber e um humidificador para aconchegar-se antes de ir ao palco performar para 18 mil membros da nação Bieber. Algum dia, em breve, ele estará lotando os cinemas. Mas agora, ele é Justin Bieber, o cantor. E suas fãs estão apenas esperando.
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: