NOSSA POLITÍCA

15 de out de 2010

Polícia ocupa Morro dos Macacos, no Rio de Janeiro


  Policia
Edição do dia 14/10/2010
15/10/2010 00h29 - Atualizado em 15/10/2010 00h32

Duzentos policiais tomaram aos poucos as ruas, escadarias e o alto do morro. Traficantes haviam saído na véspera da invasão.

 As marcas de balas não são de hoje. Apesar do medo dos moradores quando os policiais militares chegaram à comunidade, a ocupação foi pacífica. Duzentos policiais tomaram aos poucos as ruas, escadarias e o alto do morro. Os bandidos não estavam mais lá.
Ao fundo, há luzes do Morro dos Macacos, mas a comunidade parece dormir em paz esta noite. Há um ano, quando um helicóptero da polícia foi abatido a tiros por traficantes e caiu num canto perto da comunidade, havia pânico entre as pessoas nas ruas e se ouvia tiros por toda parte. Na queda, três policiais morreram. O tiroteio, na época, aconteceu durante uma disputa de traficantes pela venda de drogas.
A ocupação sem tiros de hoje é, segundo a polícia, resultado de uma série de medidas de inteligência. Anunciar com antecedência foi uma delas, para evitar confrontos. Outra estratégia foi ocupar cinco comunidades vizinhas com as UPPs, um cerco que teria enfraquecido o poder dos bandidos.
“Hoje quem está militando no tráfico sabe que, se o Bope vai vasculhar a localidade, e se deixar, vai tomar tudo, é um conhecimento do procedimento que está sendo adotado e que estão resolvendo não enfrentar”, diz Paulo Henrique Moraes, comandante do Bope.
Um ex-capitão do Bope explica que os bandidos fogem para outras favelas. “A informação que nós temos é que eles estão migrando para zona norte/oeste, e região metropolitana. Eles estão sendo recepcionados pela mesma facção criminosa e por outros marginais”, afirma Paulo Storage, ex-capitão do Bope.
O secretário de Segurança afirma que o maior objetivo das ocupações não é encontrar os traficantes e sim recuperar o domínio de cada região, pouco a pouco. “Mais importante do que prender pessoas, subtrair drogas, armas, munição, é tirar dessas pessoas o território que eles têm garantido por armas de fogo”, diz José Mariano Beltrame.

mais detalhes no link abaixoassista video completo:
http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2010/10/policia-ocupa-morro-dos-macacos-no-rio-de-janeiro.html
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: