NOSSA POLITÍCA

9 de jul de 2011

Cerca de 20 mil participantes esperados na 1ª Parada Gay de Linhares -

Milhares de participantes esperados na 1ª Parada Gay de Linhares

Considerada "a cidade mais homofóbica do Estado", Linhares recebe o 1º Manifesto Gay neste domingo (10). Cerca de 20 mil pessoas são esperadas

Gustavo Pereira - Da redação multimídia Rede Gazeta Norte

parada gay camburi
 Dois trios elétricos com Djs, show de transformistas, discurso de autoridades, e todas as cores do arco-íris vão marcar a 1ª Parada Gay de Linhares. Com o lema "Direito à Diversidade: Também Somos Família, União Homoafetiva", o evento acontece neste domingo (10), a partir das 12h30, no centro de Linhares. Os organizadores esperam público de 20 mil pessoas.


Parada Gay em Vitória

Segundo o presidente da Associação Linharense de Apoio à Homossexualidade (Alah) e organizador do evento, Guilherme Barbosa, a manifestação vai começar na praça Nestor Gomes, mais conhecida como Praça do Correios, no centro da cidade. De lá, a passeata segue pela avenida João Felipe Calmon e rua Augusto Pestana, até o bar Caliman. Guilherme afirma que a Parada está marcada para terminar às 18h. "A gente espera de 15 a 20 mil pessoas, mas algumas pessoas preveem mais gente ainda. Vários ônibus lotados de todas as partes do Estado chegam amanhã", afirma.

Segundo Guilherme, além dos shows previstos para acontecer durante a passeata, vão haver discursos de "advogados, políticos e lideranças do movimento homossexual no Estado". Conforme o organizador, Linhares é a quarta cidade do Norte a promover uma parada gay. As outras são Colatina, São Gabriel da Palha e São Mateus.

De acordo com Guilherme, a segurança do evento será garantida pelas polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros. "Seguranças particulares também vão ajudar no mantimento da ordem", afirma.

Preconceito

Para Guilherme, a Parada Gay demorou a acontecer em Linhares por causa da falta de apoio do poder público e por falta de iniciativa dos homossexuais. Ele afirma que associações GLBT consideram a cidade a mais homofóbica, e onde mais se agride homossexuais no Estado. "É um desafio fazer essa parada. Estou dando minha cara a tapa. A sociedade pode até não nos aceitar, mas queremos respeito", conclui.
1º Manifesto GLBT de Linhares
Neste domingo (10), a
partir das 12h30
Saída da Praça Nestor
Gomes, no Centro
Gratuito
com informações gazetaonline
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: