NOSSA POLITÍCA

17 de set de 2012

Ginasta capixaba Eduarda Queiroz morre em acidente na BR 262 em viana no ES


Atualizado em 17/09/12

Atleta era filha de Monika Queiroz, ex-técnica da seleção. Natália Gaudio, bicampeã nacional, também estava no carro, mas não se feriu gravemente

Eduarda Queiroz, ginasta capixaba (Foto: Reprodução/Facebook)Eduarda Queiroz estava sem cinto na hora do
acidente (Foto: Reprodução/Facebook)
A ginasta Eduarda Mello de Queiroz, de 17 anos, morreu em um acidente na BR-262, em Viana, região metropolitana do Espírito Santo, no início da manhã deste domingo. Ela era filha da ex-técnica da seleção brasileira de conjunto de ginástica rítmica Monika Queiroz, que comandou o Brasil na conquista dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro 2007 e na participação nas Olimpíadas de Pequim 2008.
Eduarda também foi vice-campeã brasileira de conjunto no início deste mês, integrando a equipe da Escola de Campeãs (ES), na qual era treinada por sua mãe. O GLOBOESPORTE.COM tentou entrar em contato com Monika Queiroz, mas não conseguiu localizar a treinadora, que estaria na Bahia.
O velório será a partir das 8h dessa segunda-feira, no Parque da Paz, em Ponta da Fruta, Vila Velha, também na Grande Vitória. O sepultamento acontecerá às 16h.
A ginasta da seleção brasileira Natália Gaudio, de 19 anos, que foi bicampeã brasileira há duas semanas em Goiás, também estava no carro, mas ficou apenas com escoriações leves. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista Luiz Felipe Moroewsky Costa, de 20 anos, foi encaminhado desacordado para o Hospital São Lucas, em Vitória. O estado de saúde dele é grave. Durante a tarde ele foi transferido para um hospital particular de Vitória.
De acordo com a PRF, os três voltavam de uma casa noturna em Marechal Floriano, município da região Sudoeste Serrana do estado, quando o condutor perdeu o controle do veículo, que rodou na pista, caiu em uma ribanceira, capotou e bateu em uma árvore. Chovia no momento do acidente, por voltas das 6h.
Segundo a polícia, a ginasta Eduarda Queiroz estava no banco de trás sem cinto de segurança, assim como o motorista. Natália Gaudio estava no banco do carona de cinto de segurança. O teste de bafômetro não foi realizado no condutor, pois ele ficou desacordado logo após o acidente.
Carro em que a ginasta Eduarda Queiroz seguia ficou destruído (Foto: Carlos Palito/TV Gazeta)Carro em que a ginasta Eduarda Queiroz seguia ficou destruído (Foto: Carlos Palito/TV Gazeta)
Avalie o Conteúdo:

0 comentários: