NOSSA POLITÍCA

5 de out de 2012

Deptulski lidera com 67% dos votos válidos em Colatina


Atualizado em – 05/10/2012 
Foto: Vitor Jubini / Bernardo Coutinho
Vitor Jubini / Bernardo Coutinho
Deptulski e Da Vitória disputam o comando de Colatina. Petista tenta a reeleição
Na reta final das eleições em Colatina, o candidato à reeleição à prefeitura da cidade, Leonardo Deptulski (PT), segue em vantagem e tem 66,9% dos votos válidos – descontados os votos nulos e brancos – enquanto o deputado estadual Josias da Vitória (PDT) tem 33,1%.

O petista é aliado do ex-prefeito Guerino Balestrassi e trava uma disputa relativamente tranquila, sobretudo após a saída do deputado federal Paulo Foletto (PSB) do páreo.

Já Da Vitória, apoiado por Foletto, não conseguiu musculatura suficiente para se aproximar dos percentuais do atual prefeito. Apesar de não ter sido indiciado, o pedetista ainda pode ter sofrido desgastes após ter o nome envolvido na operação Pixote, que apurou fraudes no Instituto de Atendimento Sócio-Educativo do Espírito Santo (Iases).

Na pesquisa estimulada, Deptulski tem 54%, uma queda de 2,2 pontos percentuais em relação à consulta realizada em setembro. Já o pedetista tem 26,7%, um crescimento de 4,5 pontos.

Os que pretendem votar em branco ou nulo são 7,8% e os indecisos somam 11,5%.

Na intenção de voto espontânea, em que os nomes dos candidatos não são apresentados às pessoas, Deptulski tem 51,7% dos votos e Da Vitória 25,7%.

Rejeição
Na rejeição estimulada, 28,7% dos entrevistados disseram que não votariam em Da Vitória. Outros 18,2% rejeitam Deptulski.

Entre os entrevistados que já escolheram em quem votar, 89,6% afirmaram que a decisão é definitiva. Apenas 8,3% disseram que ainda podem mudar de opinião.

Entre os que disseram que podem trocar de candidato, 45,2% apontaram o atual prefeito como opção e 40,5% apontaram o deputado.

Campanha


A pesquisa também apurou como os entrevistados acompanham as propagandas dos candidatos à Prefeitura de Colatina. Nesses últimos dias antes das eleições, 47,3% disseram que assistiram aos programas eleitorais na TV. Outros 29% não estão acompanhando a campanha e 21,8% assistiram a debates promovidos por emissoras de TV.

Os dados são do Instituto Futura, que entrevistou 600 pessoas no dia 03 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número ES-00133/2012.
Fonte: A Gazeta

Avalie o Conteúdo:

2 comentários:

Anônimo disse...

Colatina rumo ao cumulo nehum candidato descente esse ano chore os proximos 4 anos pq vc e conivente com a situação

Fred Willian disse...

Obrigado pelo comentário a respeito da publicação acima, seja sempre bem vindo!
des de ja agradecemos o seu respeito e sua sinsera confiança para com o nosso blog.
Att: Fred Willian(GA)
Responsavel