NOSSA POLITÍCA

25 de dez de 2012

Casal de namorados é brutalmente assassinado emquanto espera o ônibus em Vila Velha


A mãe de Miquele Lima Romanha, 15 anos, ao ver o corpo da filha fez uma súplica a Deus, em voz alta, pedindo a ressurreição da menina


Chico Guedes
Desespero
A chegada da mãe de Miquele ao local do crime emocionou 
a todos os que acompanhavam o trabalho da perícia.
 Familiares tentaram impedir que Jéssica de Jesus Lima se
 aproximasse, mas ela insistiu em ver a filha. Ao lado do 
corpo, a mulher fez uma súplica a Deus, em voz alta, 
pedindo a ressurreição da menina. 
“Eu sabia que isso ia acontecer por causa desse cara.Eu 
não gostava desse cara. Em pleno Natal, gente! Por que 
fizeram isso com a minha filha? Miquele, fala para mim: o 
que aconteceu? Fala comigo, minha filha.Eu falei para você
 não sair com esse cara! Sei que eu sirvo ao Senhor e ele é 
poderoso”.                                  Foto: Chico Guedes
Uma cena bárbara chocou moradores do bairro João Goulart, em Vila Velha, na tarde desta terça-feira (25), dia de Natal. Um casal de namorados foi brutalmente assassinado em um ponto de ônibus da Avenida Brasil, por volta das 15 horas. 

A menina, Miquele Lima Romanha, 15 anos, levou um tiro na cabeça. O rapaz, Diego dos Santos da Silva, 17, foi atingido por dez disparos, nove deles na cabeça.

Testemunhas disseram à polícia que viram um carro passar no local, e em seguida escutaram os tiros, mas os policiais e o delegado que investigavam o caso não falaram sobre quantas pessoas participaram da execução ou de que forma o crime aconteceu. Os disparos também foram ouvidos pelo pai do rapaz, que mora a poucos metros do local.

“Eles foram lá em casa só almoçar comigo, por causa do Natal. Logo depois que eles saíram, ouvi os tiros. Senti  que podia ser alguma coisa com meu filho. Então, saí correndo. Quando cheguei aqui, já tinha acontecido esse desastre aí. Não vi mais ninguém”, esclareceu o pai do rapaz, o carpinteiro Ronaldo Oliveira Silva, 42 anos.

Os corpos caíram na calçada em frente a uma loja de ração. A família do rapaz informou que ele e a adolescente namoravam havia cinco meses e que estavam morando na zona rural de Linhares, Norte do Estado, na casa de parentes de Miquele há pelo menos um mês.

Segundo o pai do rapaz, os dois estavam esperando um ônibus para retornar à cidade. Mas a mãe de Miquele negou essa versão à polícia, e  disse que os dois estavam morando em João Goulart. O caso é investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida de Vila Velha.
Fonte: Da Redação Multimídia gazeta Online

Avalie o Conteúdo:

0 comentários: